" Pastora de núvens fui posta a serviço
por uma campina tão desamparada
que não principia nem também termina,
e onde nunca é noite e nunca madrugada"

Destino - Cecília Meireles





quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Choro





Vem descansar menos
meus argumentos!
Salientar moções de vida
a um conceito terapêutico de luz!
Vem inaugurar o silencio que me constrange
enquanto eu quero ser feliz.
Larga-me no fruto do socorro
que me cai feito chuva
deserta de desligamentos,
e suprime as palavras
que no auge da formação
desista de construir
frações do meu contemplar!



Foto de : Tatiana Jardim



                                                        Fasciculações a Todos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário